terça-feira, 29 de maio de 2012

Mãe de Menina!!!

Há um tempinho atrás eu escrevi um post  relatando um pouco da minha rotina e dos meus sentimentos de mãe de um menino. E já que Deus deu-me o privilégio de viver os dois lados da moeda, hoje vou falar um pouco sobre o sentimento de ser mãe de menina.
Bom para começar eu nunca escondi de ninguém que eu era enlouquecida para ter uma menina, e minha felicidade não poderia ser maior quando descobri na minha primeira gestação que minha menininha estava chegando.
A Letícia representa realmente na minha vida, a concretização de um sonho, e ter uma menininha é sem dúvida, um verdadeiro barato, tal qual eu imaginava.
Meninas são doces, espertas, delicadas e carinhosas por natureza. Além do fato das mulheres falarem a mesma língua, fato que permite uma identificação imediata. Enquanto o Arthur muitas vezes eu preciso decifrar, a Letícia eu leio com facilidade. Ela é mais intensa, mais sensível e é claro, mais chorona, não fugindo à regra feminina...
Enquanto o Arthur  vai e simplesmente faz, a Letícia raciocina, questiona, fica indecisa e no fim pede minha ajuda...afinal, não importa se você tem 3 ou 30 anos, mulheres sempre recorrem às mães quando as coisas complicam. E eu não vou negar que fico um "bucadim" orgulhosa dessa dependência emocional, e quero enraizar a certeza de que não importa o quão encrencada ela esteja, sou a pessoa a quem ela sempre deverá recorrer. Eu também adoro "brincar de boneca" com ela. Ou melhor dizendo, fazer dela minha boneca de carne e osso. Confesso ( mesmo tendo consciência do grau de futilidade dessa confissão), que eu seria uma mãe frustrada se eu não tivesse ninguém para colocar laços, sapatilhas douradas e vestidos de babados. E o engraçado, é que as danadinhas parecem já nascer com a vaidade herdada. Letícia é uma legítima mini peruinha, como eu costumo cháma-la. Esses dias a professora me contou que ela leva gloss escondido na mochila, (porque eu proibi de levar na escola) e que passa de 5 em 5 minutos fazendo biquinho e tudo, vê se eu aguento ...outra coisa impressionante é o quanto passamos a nos realizar através delas...Comprar roupas e acessórios para ela faz com eu me sinta tão empolgada, como quando eu tinha 14 anos e ganhava aquela calça jeans de grife que eu tanto queria.
Outra coisa legal, é as "viajadas na maioneses" que a gente faz pensando no futuro ( e dúvido que eu seja a única mãe surtada que já fica pensando nessas coisas mesmo a menina nem tendo saído da mamadeira ainda)... Muitas vezes, surpreendo-me imaginando todas as etapas que ela ainda vai passar: a 1° menstruação, o 1°sutiã, a festa de 15 anos, o 1° namoradinho, a 1° desilusão amorosa (onde eu vou querer estrangular o pirralho que fizer ela chorar) o dia do casamento (vocês vão mandar me internar se eu contar que fico bolando meu vestido? afinal sou a mãe da noiva, tenho que fazer bonito rs) e tantos outros momentos importantes da vidinha dela que quero estar presente...
Letícia é sem dúvida a melhor representante que poderia existir para o lado cor de rosa do meu coração.
Amo saber que terei uma aliada para exigir um hotel limpinho e decente quando o papai e o Arthur quiserem acampar no meio do mato, amo a conexão que existe entre nós duas, e sobretudo amo pensar que ganhei uma companheirinha, uma amiga e um grande amor para o resto da vida.

Minha menina tão amada...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vou adorar saber sua opinião sobre esse assunto!

Disqus for maenual




eXTReMe Tracker