quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Receita Beijinho Colorido!

Que tal dar um toque de cor, para os tradicionais beijinhos das festas de aniversários? Eles são presença obrigatória na mesa de parabéns, apreciados tanto pelos pequenos quanto pelos grandinhos, e nessa versão colorida tornam-se um atrativo a mais na decoração.
Anota aí a receita:

Beijinhos coloridos
Rendimento: 8 porções
Tempo de preparo: 1 ½ hora

Ingredientes:
2 latas de leite condensado
1 pacote de suco em pó sabor  abacaxi
100 gramas de côco ralado (fresco ou de pacote)
Açúcar cristal colorido para enrolar os beijinhos
Margarina para untar a mão


Modo de Preparo:

Misture bem o leite condensado, o frisco, a manteiga e o côco numa panela. Leve ao fogo médio mexendo sempre até descolar do fundo da panela. Transfira para um prato até esfriar. Enrole e passe no açúcar cristal colorido.




terça-feira, 1 de setembro de 2015

Como ensinar as crianças a lidarem com a raiva!



Quando vocês chegaram no parquinho estava tudo bem. Ele estava brincando com um sorriso de orelha a orelha. Mas foi só dizer: “vamos embora” que o semblante feliz foi substituído por uma cara amarrada e testa franzida. Os pulos e a corrida pela grama deram lugar aos chutes no ar e braços cruzados. Crianças sentem raiva e não têm vergonha assumir. Quem fica sem jeito é a gente. E ai, como acalmamos essas ferinhas? Primeiramente é preciso entender que a raiva é uma reação fisiológica normal que nos acompanha ao longo da vida e provém das frustrações que sentimos. Bebês manifestam raiva, por exemplo, quando estão com fome, cansados ou precisando de colo. A medida que vão se desenvolvendo, os motivos que provocam raiva e a forma como essa sensação é expressada também mudam. E ao invés de simplesmente chorarem, passam a bater o pé, discutirem, fazerem manha e até mesmo adotarem atitudes agressivas.

Talvez essa informação incomode um pouco, mas tentar reprimir a raiva das crianças não é uma atitude educativa. Calma. Isso não quer dizer fechar os olhos quando os filhos estiverem tento um ataque de fúria no meio do supermercado e ameaçando derrubar a prateleira de bolachas. Uma atitude construtiva é incentivar que eles expressem os motivos de sua insatisfação. O que os pais podem fazer é explicar aos filhos que esse sentimento que está se manifestando é a raiva, que é normal e que o melhor a fazer com essa sensação é expressá-la, mas sem fazer birra ou magoar outras pessoas”, explica a psicóloga e psicopedagoga Andreia Calçada, mãe de João Pedro.

A melhor forma de fazer isso é incentivar seu filho a falar sobre o que ele está sentindo. Em seu livro“O segredo das Crianças Felizes, o terapeuta familiar Steve Biddulph, explica que os pais podem ajudar as crianças a ligarem seus sentimentos com os motivos. “Crianças pequenas sempre vão precisar de auxílio para lembrarem o que deu errado. Para isso pergunte, por exemplo, se ela está brava porque precisa ir embora do parquinho. Dessa forma, eles vão assimilar que precisam dizer o que está errado e por quê, em vez de irem direto para as ações impulsivas”.

Além disso, também é importante demonstrar empatia pela situação, dizendo que você entende o que está se passando dentro da cabeça e do coração dele. No entanto, isso não quer dizer que você deve ceder às vontades da criança ou mentir para ela dizendo que a situação será diferente. Em outras palavras, se vocês passaram o dia inteiro no parque e seu filho está com raiva porque já anoiteceu e está na hora de ir embora, você pode dizer que entende que ele esteja bravo com você, mas já é tarde e vocês precisam voltar para a casa, pois ele precisa comer, tomar banho, dormir.

Final feliz
No meio de turbilhão de emoções, pode parecer difícil tirar um resultado positivo quando o filho fica bravo, mas é possível. Vamos supor que seu filho esteja com raiva porque não foi bem em um prova ou esqueceu um brinquedo na escola. Se isso acontecer, você pode analisar junto com ele quais foram as dificuldades, ressaltar suas qualidades e incentivá-lo a estudar mais.
Caso uma conversa não resolva, dependendo da situação, fazer uma atividade que distraia a criança também é uma opção. A psicóloga e psicopedagoga sugere que, se a birra acontecer em casa, os pais podem propor uma distração para descarregar a raiva, como picar papeis juntos. Em alguns casos, pode até acontecer de a criança esquecer a raiva e se divertir com a brincadeira.
A psicóloga do Instituto de Análise do Comportamento em Estudos e Psicologia Camila Erdei Daguer, Camila Erdei Daguer, filha de Márcia e Antonio, recomenda também algumas técnicas de relaxamento para acalmar a criança. “Uma atividade que eu realizo muito no meu consultório é trocar as cadeiras de lugar, e pedir à criança que se sente em uma e eu na outra. Coloco uma de costas para a outra e pergunto, por exemplo, qual é a cor da almofada ou o peço que descreva qual roupa estou usando. Dessa forma a criança consegue prestar atenção no que está ao seu redor e se acalmar”, afirma.
Movimentos que ajudam a criança a prestar atenção no próprio corpo também são úteis, como abrir e fechar as mãos, rodar o pescoço para o lado direito e esquerdo, inspirar e soltar o ar.

Adultos também têm raiva
Que bom seria se a gente conseguisse manter a calma quando nossos filhos estão descontrolados. Mas têm dias que não dá. A recomendação da psicóloga Andreia é tentar manter a calma, pelo menos para explicar ao seu filho que você também não está bem e se afastar dele por um tempo. Você pode dizer: “Eu não estou bem, eu também estou com raiva e não quero conversar com você para a gente não brigar”.
“É importante que os pais evitem se descontrolar na frente dos filhos, pois eles são exemplos de conduta para as crianças. Sendo assim se o filho vê que o pai não sabe lidar com a raiva ele pode imitar o seu comportamento”, conta Andreia.

Todos precisam de um pouquinho de raiva
Excesso de nervosismo não faz bem para ninguém, mas aceitar tudo calado, também não é o caminho. Segundo a psicóloga do Instituto de Análise do Comportamento em Estudos e Psicologia, se a criança é permissiva demais não desenvolve habilidades de enfrentamento, que são importantes para o seu desenvolvimento e convivência em sociedade.
Andreia completa dizendo que pessoas que não expressam seus sentimentos podem adoecer e ficarem deprimidas. Sendo assim, a lição que tiramos de tudo isso é que é necessário equilibrar o desequilíbrio e vice-versa.

Fonte: Revista Pais e Filhos
- See more at: http://www.paisefilhos.com.br/crianca/como-ensinar-as-criancas-a-lidarem-com-a-raiva/#sthash.ZRW8pelo.dpufQuando vocês chegaram no parquinho estava tudo bem. Ele estava brincando com um sorriso de orelha a orelha. Mas foi só dizer: “vamos embora” que o semblante feliz foi substituído por uma cara amarrada e testa franzida. Os pulos e a corrida pela grama deram lugar aos chutes no ar e braços cruzados. Crianças sentem raiva e não têm vergonha assumir. Quem fica sem jeito é a gente. E ai, como acalmamos essas ferinhas?
Primeiramente é preciso entender que a raiva é uma reação fisiológica normal que nos acompanha ao longo da vida e provém das frustrações que sentimos. Bebês manifestam raiva, por exemplo, quando estão com fome, cansados ou precisando de colo. A medida que vão se desenvolvendo, os motivos que provocam raiva e a forma como essa sensação é expressada também mudam. E ao invés de simplesmente chorarem, passam a bater o pé, discutirem, fazerem manha e até mesmo adotarem atitudes agressivas.
- See more at: http://www.paisefilhos.com.br/crianca/como-ensinar-as-criancas-a-lidarem-com-a-raiva/#sthash.ZRW8pelo.dpuf
Quando vocês chegaram no parquinho estava tudo bem. Ele estava brincando com um sorriso de orelha a orelha. Mas foi só dizer: “vamos embora” que o semblante feliz foi substituído por uma cara amarrada e testa franzida. Os pulos e a corrida pela grama deram lugar aos chutes no ar e braços cruzados. Crianças sentem raiva e não têm vergonha assumir. Quem fica sem jeito é a gente. E ai, como acalmamos essas ferinhas?
Primeiramente é preciso entender que a raiva é uma reação fisiológica normal que nos acompanha ao longo da vida e provém das frustrações que sentimos. Bebês manifestam raiva, por exemplo, quando estão com fome, cansados ou precisando de colo. A medida que vão se desenvolvendo, os motivos que provocam raiva e a forma como essa sensação é expressada também mudam. E ao invés de simplesmente chorarem, passam a bater o pé, discutirem, fazerem manha e até mesmo adotarem atitudes agressivas.
- See more at: http://www.paisefilhos.com.br/crianca/como-ensinar-as-criancas-a-lidarem-com-a-raiva/#sthash.ZRW8pelo.dpuf

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

A Maternidade e seus desafios!


A primeira vez que eu li essa frase achei fantástica, pois traduz perfeitamente a realidade. Na maternidade, quase não temos tempo de comemorar uma etapa vencida e logo outros desafios aparecem. Porém a parte boa, é que vamos ficando cada vez mais experientes e seguras para lidar com as novidades, e com o tempo, vamos aprendendo a conhecer cada vez mais nossos filhos. Nada, em nenhum outro setor da vida, é tão obstinado como o desejo de uma mãe de ver seus filhos crescendo saudáveis e felizes. E é por isso que a gente encara todos os desafios de peito aberto, que passa por cada fase, rindo e chorando, assim sem manual, sendo guiada muitas vezes apenas pelos instintos e pelo coração, tentando fazer o melhor, se frustrando ás vezes, comemorando em outras...mas a grande realidade, é que para uma mãe de verdade, jamais existirá um "Game Over", qdo se trata de ajudar um filho a vencer.

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Coleção Primavera/Verão Trianinha

Bom Dia Mamães!

O verão ainda nem chegou mas o sol já está brilhando lindo em muitas cidades do nosso Brasil, inclusive aqui em CG, onde o calor prevalece na maior parte do ano.
Para curtir os dias quentes a loja Trianinha preparou uma coleção linda, repleta de peças fresquinhas, charmosas e coloridas, com todo o conforto e alegria que a estação pede. Fui lá conferir e não resisti em fazer várias comprinhas para as crianças. Olhem só quantas lindezas:


















Tudo isso e muito mais vocês encontram na Trianinha. Vale a pena a visita!




End: Rua Bahia, 522, Jardim Dos Estados
Tel: (67) 3026-1100
Instagram: Trianinha

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Dica do Dia: Quartoon design Infantil

Bom Dia Mamães!

A chegada de um filho é um momento único para toda família, que espera o novo integrante com toda ansiedade e amor
Uma das fases que recordo com muito carinho desse período, foi a de arrumar os quartinhos, porém apesar de ter várias idéias fervilhando na cabeça, confesso que senti dificuldade de colocar em prática otimizando meu espaço físico, fato que me fez recorrer a uma empresa de designs de interiores que projetou e executou tudo dentro do que eu idealizei e me deu o resultado, que admito, sozinha eu jamais conseguiria.
Foi pensando em mães como eu, que as designers de interiores Janaína Medeiros e Michelle Inamine, idealizaram a Quartoon, uma empresa de design infantil, cuja principal missão é criar projetos totalmente customizados para ambientes infantis e teens, proporcionando um espaço mais divertido e funcional por metro quadrado, em projetos que inspiram e crescem junto com eles.
Além de residências, a Quartoon também desenvolve projetos para ambientes comerciais e coletivos como, condomínios, escolas, consultórios, buffets, brinquedotecas, entre outros, que tenham como público alvo principal, famílias com filhos pequenos e adolescentes.
Entre os serviços oferecidos estão: projeto, execução, acompanhamento e consultoria.
Amores, digo por experiência própria, é o tipo de investimento que vale cada centavo, pois acreditem, não há sensação mais gratificante que receber um filho num cantinho lindo, projetado especialmente para ele, e conforme você sempre sonhou.
Para quem quiser conhecer um pouco mais sobre o trabalho da Quartoon, seguem alguns projetos em diferentes estilos: montessoriano, moderno, clássico e teen.










Visite também o site da Quartonn e as redes sociais, que são sempre atualizados com ótimas idéias e inspirações em designs infantis.
Fica aí o nosso Selo Mãenual de Recomendação!




 Contato:
 Site: http://designinfantil.com/
 Instagram: @quartoondesign
 Facebook.com/designinfantil

quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Mini Maratoninha Cross Kids!

Bom Dia Amores!


O Cross Kids, primeiro Studio funcional infantil de Campo Grande, abre hoje as inscrições para a sua primeira Mini Maratoninha.
Será uma manhã de muita diversão e exercícios físicos para os pequenos no clube Estoril.
As atividades irão atender crianças de 2 a 12 anos, e a corrida será dividida por idade, para que cada mini atleta possa dar o melhor de si.
Após a corrida, cada criança receberá uma linda medalha exclusiva de participação e um kit com frutas!
Além da maratoninha que é a atração principal, terão outras atividades, como espaço kids, pintura facial, recreação, futebol e muito mais!
Cada criança inscrita ganha um kit com camiseta e squeeze, que serão entregues nos dias 25 e 26 de setembro.
As vagas são limitadas, garanta a sua, e incentive desde cedo seus filhos a uma vida mais saudável!

Local das inscrições: Secretaria do Cross Kids _ Rua: Doutor Arthur Jorge, 2733
* Alunos do Cross Kids possuem desconto no valor da inscrição,

Local do evento: Clube Estoril

Data: 27/09/2015

Horário: 08:00 hrs

Entrega dos kits: Dias 25 e 26 de setembro no Cross Kids.

Maiores informações: (67) 9216-7691 ou (67) 3211-2686




sexta-feira, 14 de agosto de 2015

É isso!



Ninguém conta pra gente que não vai ser fácil. Que tem momentos que não saberemos o que fazer. Que tem momentos que só desejaremos fugir. Que tem momentos que dormiremos sentadas de exaustão. Que tem momentos que vamos gritar e se arrepender 1 segundo depois. Que tem momentos que não queremos brincar, nem dar banho, nem auxiliar na tarefa, mas teremos q reunir forças e fazer tudo mesmo assim. Ninguém conta pra gente como é difícil equilibrar o sim e o não, o educar com o simplificar, o certo e errado. Ninguém conta pra gente que o mundo vai te cobrar ser uma mãe perfeita, mas que ninguém te cobrará mais isso do que vc mesma. Ninguém conta pra gente que 24 hs mtas vezes não é suficiente para tudo o que precisa ser feito. Não contam que a maternidade não é pra todas. Só contam que depois que os filhos chegam, mesmo com todas as dificuldades e complexidades, você não respira mais se eles não existirem. Só contam que é o amor maior do mundo. Mas estão errados. É mais que amor, é algo que ainda não inventaram definição. É simplesmente o que nos move, acalenta e faz seguir.

quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Festa Colorida!

Bom Dia Amores!

Escolher o tema para as festas das crianças nem sempre é uma tarefa fácil. As opções são muitas e justamente por isso, muitas vezes acaba virando um dilema para os pais.
O que quero mostrar hoje é uma sugestão para quem gosta de simplificar porém sem perder o efeito surpreendente. Que tal apostar nas festas cujo tema é simplesmente trabalhar com as cores e imaginação?
Você pode escolher as cores preferidas da crianças para criar painéis de fundo que podem ser feitos com balões, fitas, pompons, etc, e também trabalhar com as cores nos doces e elementos da festa.  A idéia principal é deixar tudo bem colorido, bonito e claro, com toda a alegria que não pode faltar numa festa infantil.

Seguem algumas inspirações que retirei da net pra vocês, seguindo essa proposta:

















sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Coleção Verão Green!

Bom Dia Mamães!

Hoje vou apresentar para vocês um pouquinho da Coleção Verão Green 2016, que já está na loja e traz como tema: Celebração!
Celebrar os 30 anos da marca com toda alegria, vibração que sempre estiveram presentes nas Coleções da Green.
Para esta temporada, a marca apresenta diversos modelos na linha casual, passeio e festa, tanto para meninas quanto para os menino, nos tamanhos recém nascido a 10 anos. Confiram:




























Confesso que fiquei apaixonada pelos looks dessa Coleção, fofura master não acham?



Endereço: Rua Roberto Perez, 22  - Jardim dos Estados - 
Tel: 67 3044-6595   Campo Grande/MS
Instagram: @greencg2   

Disqus for maenual




eXTReMe Tracker