quarta-feira, 15 de junho de 2011

Vem aí o 1 ° Mamar em Campo Grande MS



Como tudo começou?

O mamaço se originou  de dois fatos pontuais: uma mãe foi repreendida pelo segurança por amamentar ao filho em um local público, e a outra teve a foto em que aparecia amamentando retirada do Facebook. O direito de dar de mamar em público disseminou uma onda de protestos na internet e nas ruas. A campanha ganhou força depois que a jornalista Kalu Brun  anunciou num blog que foi "censurada" na rede social Facebook após postar uma foto dela quando amamentava. A expressão "mamaço"surgiu  depois  que uma antropóloga foi impedida de amamentar em uma exposição em São Paulo, com a argumentação de que era proibido se alimentar no local. Após o incidente, ela organizou o que chamou de mamaço cultural como forma de protesto. Na rede social Facebook, inúmeras mulheres aderiram ao movimento trocando a foto do perfil por imagens de bebês mamando.
O mamaço já foi realizado nas cidades de: Belém, Belo Horizonte, Campinas, Brasília, Curitiba, Florianópolis, Porto Alegre,  Recife, Rio de Janeiro, São Paulo e Londrina.

O porquê do mamaço aqui em Campo Grande?
O mamaço em Campo Grande terá o objetivo de  reunir mães para mostrar como deveria ser natural o ato de amamentar em público. Amamentar não é um ato obsceno, mas natural, e as mães tem o direito de fazer isso em qualquer lugar. Como disse a terapeuta familiar Laura Gutman:”o leite materno não é apenas alimento, mas, sobretudo, amor, comunicação, apoio,presença, abrigo e calor”. Portanto, as mães devem viver sem se preocupar com os outros e dispostas a enfrentar os desafios da maternidade, para elas o que importa é satisfazer as necessidades do bebê.  As mães estão cada vez mais conscientes do quanto o leite materno é necessário para o desenvolvimento das crianças e para a saúde delas também – e não devem ter vergonha de praticar esse gesto de amor em público. Além de dar o peito aos filhos, no encontro, poderemos debater o assunto e tirar dúvidas.
Além disso faltam espaços na cidade voltados para as mães em período de amamentação. Temos carência de lugares com trocadores, com espaço para acomodar nós mães e essa manifestação serve para mostrar isso também. A empresa Nananenê juntamente com a mãe-ativista Ariane Osshiro, são as responsáveis pela organização do evento, que ocorrerá em Campo Grande MS, no dia 18 de junho de 2011, das 14 às 16 hs, no Comper Jardim dos Estados (Espaço entre Correios e banco Bradesco). Haverá sorteio de brindes  no local.
  Não fique fora dessa, vamos mostrar que as mamães Campo Grandenses também possuem voz!!! 

*A Organização Mundial de Saúde e o Ministério da Saúde recomendam o aleitamento materno exclusivo até aos seis meses de idade. A amamentação exclusiva reduz a mortalidade infantil por enfermidades comuns da infância, como diarréia e pneumonia, e ajuda na recuperação de doenças. Crianças alimentadas com leite materno normalmente dobram de peso do nascimento até os seis meses. O leite materno, além disso, é barato e não corre o risco de ser contaminado com bactérias, como pode acontecer com as mamadeiras e leite em pó.
 * Informações também no Blog Nananenê



        


12 comentários:

  1. ah pena na minha cidade não se juntarem ao movimento, mesmo eu que não amamentei (pois minha filha não tinha succção, uma longa historia) concerteza estaria presente, pois sei o qto isso é importante e mais do que isso essencial! bjocassss ! e parabens por divulgar :D

    ResponderExcluir
  2. Que legal... eu moro em Anastacio, vou ver se nesse dia vou pra aí, pra participar com vcs! Acho justo o que vão fazer, pois sei o quanto nós mães sofremos com tal preconceito o dar de mamar1 bjs

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Cin, ficou ótimo o post, obrigada pro divulgar!!

    ResponderExcluir
  5. Cin, obrigada pela divulgação...
    As mamães agradecem!

    ResponderExcluir
  6. Que legal!! Adorei o post!! POxa, quero aqui em Vitória tb. beijos!!

    ResponderExcluir
  7. Adorei essa ideia!
    e fiquei surpresa com essa descriminação.
    Bjos e apoio essa campanha :)

    ResponderExcluir
  8. Cansei de tanto recalque! Espero nunca mais ouvir nada nem ninguem dizendo que sente nojinho ou algo do tipo ao ver uma mae amamentando...sou capaz de perder a cabeça...
    Apesar de tudo a idéia é otima, mas poderia nao ser necessaria caso esse preconceito nao existisse, mas....
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Cin, muito bom divulgar isso. Que absurdo impedir uma mãe de amamentar o filho!!!! bj karol

    ResponderExcluir
  10. Olaaa... que legal encontrar alguem que mora na mesma cidade que eu neste mundo virtual!!!
    Vou divulgar tbm... e prazer te conhecer.
    Bjos, Fer

    ResponderExcluir
  11. Olá Cin ... so agora florconsegui ler seu blog, dei uma passada por tudo e.....
    ..... adorei, menina como vc consegue, ser mãe, esposa, blogueira e etc .... kkkk help!!! eu não estou conseguindo!!!!!!!kkkkkkkk
    o blog esta lindo e um super manual, acho q consigo ir la sim ....mas a principio, apoidissima esta campanha, eu amamentei até 2 anos e 1mês .... e foi muito bom ....

    ResponderExcluir
  12. Paula Serafin Enfermeira Amamentação17 de junho de 2011 09:36

    oi meninas obrigada a todas voves pelo apoio e incentivo pois as mudanças de postura e opnioes alem de mandar tempo exigem de nos a capacidade de lidar com desaprovações.. mas estamos aqui somente para divulgar uma ideia de acalento, apego e carinho quando amamentamos entao mesmo que muitas de voces nao poderam esat de corpo presente no Mamaço, ficamos muito felizes pela colaboração e divulgação do evento..
    Paula Serafin

    ResponderExcluir

Vou adorar saber sua opinião sobre esse assunto!

Disqus for maenual




eXTReMe Tracker