segunda-feira, 29 de julho de 2013

Lidando com os Pesadelos Infantis!!!

Bom Dia Papais!!!

Hoje vou abordar um tema, que tem acontecido em casa com frequência: os pesadelos infantis. Nós pais ficamos com o coração partido, quando nossos pequenos acordam chorando no meio da noite devido a algum sonho ruim. Pesquisei a fundo sobre os pesadelos e vou compartilhar com vocês, algumas dicas para ajudar a criança a lidar com eles.


Até que ponto os pesadelos normais? 

Seu filho já acordou chorando de madrugada, completamente assustado, e você ficou sem saber o que fazer? Pois é, provavelmente ele teve um pesadelo. Na infância, os chamados sonhos maus são normais e, em princípio, não é necessário preocupar-se. Os bebês estão sujeitos a ter pesadelos a partir dos seis meses.

Por que ocorrem?

 A cada noite, uma pessoa chega a sonhar de quatro a cinco vezes. Os sonhos ajudam a mente a processar informações e projetos complicados. São sinais de uma mente ativa que coloca em ordem as experiências de vida. Embora as crianças possam ter pesadelos a qualquer hora da noite, à medida que crescem, os sonhos maus ocorrem mais perto do amanhecer, assim como os dos adultos.

Os pesadelos são preocupantes?

 Segundo a especialista em psicologia clínica para crianças, Keila Gonçalves, os pais devem se preocupar apenas quando os maus sonhos tornam-se excessivos. “Nesse caso, os pesadelos podem ser o reflexo do sofrimento psíquico do pequeno, resultando em insônia e alimentando a insegurança e ansiedade da criança”.

Como acalmar a criança que teve um pesadelo
 
 Para salvar seu filho dos monstros imaginários, a primeira coisa a fazer é correr para o quarto dele e procurar tranqüilizá-lo. Explique que você entende que ele sentiu muito medo, mas que um sonho ou um pesadelo é como um filme dentro da cabeça: não existe de verdade e acaba quando a gente acorda. Espere um pouco no quarto até ele se acalmar e depois volte para sua cama. Se isso não for suficiente, você pode seguir a orientação do livro Mil Dicas para Entender Seus Filhos, que sugere pegar a criança no colo e dar uma volta pela casa. Essa atitude é tão surpreendente e inesperada que seu filho esquece o sonho ruim. Leve-o depois para a cama, ficando ao seu lado até que ele volte a dormir.

Sei que religião e fé é algo muito pessoal, mas para quem acredita. algo que também ajudou por aqui, foi rezar com eles antes de dormir, numa semana que os pesadelos estavam frequentes, depois que comecei a fazer isso percebi que acalmou.

Beijos e espero que gostem das dicas!

Ótima semana!
0 Comentários